Recomendação do Provedor de Justiça em consonância com posição da AHRESP

Recomendação do Provedor de Justiça sobre liquidação de taxa por difusão de obra em estabelecimentos abertos ao público
 

No passado dia 9 de julho, foi emitida a Recomendação do Provedor de Justiça nº 8/B/2013, sobre liquidação de taxa por difusão de obra em estabelecimentos abertos ao público, neste caso específico sobre as taxas exigidas pela SPA – Sociedade Portuguesa de Autores.

Refere-se neste documento o Parecer 4/92 da Procuradoria-Geral da República (PGR), bem como o entendimento da IGAC sobre esta matéria e que foi homologado pela Secretaria de Estado da Cultura, e várias sentenças recentes que vão no sentido da mera receção de emissões de radiodifusão nos lugares públicos não depender nem de autorização dos autores da obra apresentada nem lhe atribui o direito a remuneração, mesmo que ampliados os sinais de som e imagem, por nada retirarem, alterarem ou acrescentarem à obra radiodifundida.

O Provedor termina recomendando ao Secretário de Estado da Cultura que adote uma iniciativa legislativa tendente a alterar as normas do Código dos Direitos de Autor e Direitos Conexos, nomeadamente, as contidas no artigo 149º, no sentido de estabelecer uma cláusula de razoabilidade, em particular, de não exigência nem de autorização dos autores nem de qualquer contrapartida patrimonial pela mera receção das emissões de radiodifusão e televisão que insiram obras literárias ou artísticas nos normais recetores, ainda que compostos de instrumentos difusores de sons e/ou imagens, desde que aquela não se traduza em nova utilização da obra radiodifundida, com ou sem prévia fixação, através de altifalante ou de qualquer instrumento análogo transmissor de sinais, sons ou imagens.

Esta Recomendação vai assim de encontro à posição que a AHRESP sempre tem defendido.

As Recomendações do Provedor não têm caráter vinculativo, porém o Secretário de Estado da Cultura deverá, nos 60 dias seguintes à sua emissão, informar o Provedor sobre a sequência a dar à mesma.

O parecer pode ser consultado na íntegra em www.provedor-jus.pt

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
CML - no dia 13 de fevereiro não se vão realizar as recolhas de resíduos orgânicos
Restauração e Alojamento criaram em 2017, 120 novos postos de trabalho por dia
Proibição dos utensílios descartáveis plásticos
Sector da restauração diz que é um "disparate" proibir a loiça de plástico
Confederação do Turismo foi recebida por Marcelo Rebelo de Sousa
Programa 'Casa Eficiente 2020'
Portugal 2020 Lisboa 2020 - Inovação Produtiva -janeiro.2018-
O setor do turismo está em crescimento
Orçamento de Estado 2018 - Principais mudanças
Caderno de Economia e Negócios AHRESP Nº06
Regulamento de Proteção de Dados
Turismo bate recordes de empregabilidade, mas debate-se com falta de mão-de-obra qualificada
DESCRIMINALIZAÇÃO DA EXIBIÇÃO NÃO AUTORIZADA DE ÁUDIO E AUDIOVISUAIS
‘ROADSHOW NACIONAL DE WORKSHOPS CHEGA A ÉVORA’
Orçamento de Estado 2018 aprovado pela Assembleia da República
Alterações à Proposta de Lei do Orçamento de Estado 2018
A noite e a (in)segurança
Conselho Consultivo da AHRESP reunido na Riberalves
AHRESP saúda criação de linhas de apoio específicas para as empresas afetadas pelos incêndios
AHRESP congratula-se com descriminalização da exibição não autorizada de áudio e audiovisuais
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"