Análise da Competitividade - Portugal | Espanha - 1º Semestre

A AHRESP atenta à competitividade com o principal mercado emissor e, ao mesmo tempo, concorrente turístico, analisa e compara os resultados do ano turístico entre Portugal e Espanha.

 

Continuam a observar-se as mesmas diferenças, ao nível homólogo, entre os dados de Portugal e Espanha. Os dados acumulados relativos ao 1º semestre do ano não têm apresentado alteração de tendência.

 

Em termos de hóspedes, Portugal regista um crescimento de 3,5%, ao passo que Espanha regista uma quebra de -1,9%. Nas dormidas o cenário é ainda mais favorável a Portugal, Espanha apresenta um cenário de perda (-0,6%) nas dormidas face ao mesmo período do ano anterior, enquanto que Portugal apresenta um crescimento de 5,4%. Esta situação, à semelhança das análises anteriores, é explicada pelo crescimento mais forte nas dormidas de turistas estrangeiros em Portugal (+8,6% contra +3,0% em Espanha) e pela quebra mais baixa nas dormidas de residentes (-2,1% em Portugal; -7,5% em Espanha). Relativamente às dormidas de residentes, no mês de Junho observou-se mesmo um crescimento de +5,3% face a Junho de 2012.

 

No que toca a estada média, observa-se que o período de permanência é mais prolongada no país vizinho (3,2 noites) que em Portugal (2,8 noites). Sobre a taxa de ocupação observa-se, igualmente, uma maior predominância de Espanha (46,5%) face a Portugal (35,7%).

 

No que toca ao RevPar – Rendimento Médio por Quarto Disponível, Portugal apresenta um RevPar mais baixo, mas com maior crescimento homólogo:

  • No 1º semestre de 2013, em Portugal, verificou-se um crescimento de 6,0%, cifrando-se nos 24,6€, ao passo que em Espanha cifrou-se em 34,7€ representando um crescimento de 0,3%;
  • Nos hotéis de 5 estrelas verificou-se a maior rentabilidade média por quarto disponível (78,0 €), ultrapassando o dobro do rendimento médio global;

 

Junho 2013

A hotelaria registou 4,4 milhões de dormidas em junho de 2013, mais 8,6% do que em junho de 2012. Para este acréscimo contribuíram tanto os residentes (+5,3%), como os não residentes (+10,1%). Dos principais mercados emissores, em termos de crescimento homólogo, destacaram-se a Irlanda (+25,9%), França (+17,6%) e o Brasil (+10,9%).

Os proveitos também registaram uma evolução homóloga positiva, de 10,7% para os proveitos totais e 12,2% para os de aposento.     

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
ATUALIZAÇÃO DE RENDAS PARA 2019
Estudo inédito reúne dados essenciais para apoiar empresas HORECA
CCT entre a AHRESP e a FESAHT - alteração salarial e outras
Newsletter AHRESP #56
Vencedores ‘7 Maravilhas à Mesa’
15ª Edição dos Portugal Travel Awards
Campanha #MENOS PLÁSTICO, MAIS AMBIENTE
Comendador Mário Pereira Gonçalves
Alojamento Turístico - julho.2018
Turismo de Ar Livre e Campismo - julho.2018
AHRESP APRESENTA PROPOSTAS PARA ORÇAMENTO DO ESTADO 2019
AHRESP SAÚDA REALIZAÇÃO DA WEB SUMMIT EM LISBOA POR MAIS 10 ANOS
Alterações legislativas do AL podem ter impactos muito negativos e injustificados
AHRESP apresenta nova fase do programa Seleção Gastronomia e Vinhos Açores
DIA MUNDIAL DO AMBIENTE
AHRESP lança segunda fase do Taste Portugal
AHRESP lança campanha de sensibilização para redução de plásticos
Restauração e Alojamento criaram mais de 21 mil novos postos de trabalho
NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA AHRESP TOMARAM POSSE
AHRESP NA VICE PRESIDÊNCIA DA FEDERAÇÃO EUROPEIA ORGANIZAÇÕES CAMPISMO E CARAVANISMO
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"