Análise da Competitividade - Portugal | Espanha - 1º Semestre

A AHRESP atenta à competitividade com o principal mercado emissor e, ao mesmo tempo, concorrente turístico, analisa e compara os resultados do ano turístico entre Portugal e Espanha.

 

Continuam a observar-se as mesmas diferenças, ao nível homólogo, entre os dados de Portugal e Espanha. Os dados acumulados relativos ao 1º semestre do ano não têm apresentado alteração de tendência.

 

Em termos de hóspedes, Portugal regista um crescimento de 3,5%, ao passo que Espanha regista uma quebra de -1,9%. Nas dormidas o cenário é ainda mais favorável a Portugal, Espanha apresenta um cenário de perda (-0,6%) nas dormidas face ao mesmo período do ano anterior, enquanto que Portugal apresenta um crescimento de 5,4%. Esta situação, à semelhança das análises anteriores, é explicada pelo crescimento mais forte nas dormidas de turistas estrangeiros em Portugal (+8,6% contra +3,0% em Espanha) e pela quebra mais baixa nas dormidas de residentes (-2,1% em Portugal; -7,5% em Espanha). Relativamente às dormidas de residentes, no mês de Junho observou-se mesmo um crescimento de +5,3% face a Junho de 2012.

 

No que toca a estada média, observa-se que o período de permanência é mais prolongada no país vizinho (3,2 noites) que em Portugal (2,8 noites). Sobre a taxa de ocupação observa-se, igualmente, uma maior predominância de Espanha (46,5%) face a Portugal (35,7%).

 

No que toca ao RevPar – Rendimento Médio por Quarto Disponível, Portugal apresenta um RevPar mais baixo, mas com maior crescimento homólogo:

  • No 1º semestre de 2013, em Portugal, verificou-se um crescimento de 6,0%, cifrando-se nos 24,6€, ao passo que em Espanha cifrou-se em 34,7€ representando um crescimento de 0,3%;
  • Nos hotéis de 5 estrelas verificou-se a maior rentabilidade média por quarto disponível (78,0 €), ultrapassando o dobro do rendimento médio global;

 

Junho 2013

A hotelaria registou 4,4 milhões de dormidas em junho de 2013, mais 8,6% do que em junho de 2012. Para este acréscimo contribuíram tanto os residentes (+5,3%), como os não residentes (+10,1%). Dos principais mercados emissores, em termos de crescimento homólogo, destacaram-se a Irlanda (+25,9%), França (+17,6%) e o Brasil (+10,9%).

Os proveitos também registaram uma evolução homóloga positiva, de 10,7% para os proveitos totais e 12,2% para os de aposento.     

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Newsletter AHRESP #58
Alojamento Turístico -setembro.2018-
Turismo de Ar Livre e Campismo -setembro.2018-
Newsletter AHRESP #57
Portaria de Extensão – CCT AHRESP | FESAHT – Restauração e Bebidas
Alterações à recolha de lixo (feriado de 1 de novembro)
Alojamento Turístico -agosto.2018-
Turismo de Ar Livre e Campismo -agosto.2018-
ATUALIZAÇÃO DE RENDAS PARA 2019
Estudo inédito reúne dados essenciais para apoiar empresas HORECA
AHRESP promove curso de Gestão de Alojamento Local
CHECKUP HOTEL
AHRESP contra a taxa turística em Fátima, solícita suspensão e apela ao diálogo
AHRESP APRESENTA PROPOSTAS PARA ORÇAMENTO DO ESTADO 2019
AHRESP SAÚDA REALIZAÇÃO DA WEB SUMMIT EM LISBOA POR MAIS 10 ANOS
Alterações legislativas do AL podem ter impactos muito negativos e injustificados
AHRESP apresenta nova fase do programa Seleção Gastronomia e Vinhos Açores
DIA MUNDIAL DO AMBIENTE
AHRESP lança segunda fase do Taste Portugal
AHRESP lança campanha de sensibilização para redução de plásticos
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"