Oito empresas na corrida ao terminal de cruzeiros de Lisboa

Lisboa

Oito empresas apresentaram candidaturas à concessão do terminal de cruzeiros de Lisboa, que tem um valor associado de 22 milhões de euros. Os candidatos estão divididos por três consórcios, que incluem investidores nacionais como a Mota-Engil e a Somague.

O primeiro consórcio é representado pela Creuers, uma empresa catalã que gere actualmente cinco terminais em Barcelona e dois em Málaga, tendo garantido no final de 2011 a concessão do terminal de cruzeiros de Singapura por um período mínimo de dez anos.

O segundo candidato é um consórcio liderado pela turca Global Ports Holding, que gere terminais em Antalya, Bodrum e Kusadasi. Também faz parte deste agrupamento a construtora portuguesa Mota-Engil.

O último consórcio integra outros investidores nacionais como a Somague, a SETH e o Grupo Sousa, sendo também composto pelo gigante dos cruzeiros Royal Caribbean e pela Pioneiros do Rio.

O prazo para apresentação de candidaturas terminou terça-feira, depois de 13 interessados terem levantado o caderno de encargos desta concessão, que o Governo quer adjudicar até ao final do ano.

Num comunicado enviado às redacções, o Porto de Lisboa esclarece que irá agora proceder à “verificação da elegibilidade dos candidatos face aos requisitos do concurso”. Numa segunda fase, “as empresas que cumpram esses requisitos serão convidadas, no início do mês de Setembro, a apresentar as suas propostas”.

O terminal de cruzeiros de Lisboa faz parte de um projecto mais amplo de reestruturação do porto da capital. As estimativas do Governo apontam para que o tráfego de passageiros possa duplicar nos próximos dez anos, tendo como base as 500 mil pessoas que hoje são movimentadas.

Do projecto de reestruturação do porto de Lisboa fazem ainda parte a concessão da marina de Pedrouços, cujo concurso estava inicialmente previsto para Março, mas que ainda não foi concretizado.

O projecto abrange ainda a transferência dos contentores para a margem Sul, mais concretamente para a Trafaria, e a sua concessão a privados, que suportarão 80% do investimento. A intenção inicial era lançar este concurso até ao final de 2013. 

Fonte: Publico 21-08-2013

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Newsletter AHRESP #55
Livro de Reclamações Eletrónico
AHRESP alerta para a urgência de uma nova Lei para o Arrendamento Empresarial
Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior
Receitas Turísticas Internacionais - abril
Turismo de Ar Livre e Campismo - abril
Newsletter AHRESP #54
Alojamento Turístico - abril
Newsletter AHRESP #53
Prémios AHRESP 2018
Alterações legislativas do AL podem ter impactos muito negativos e injustificados
AHRESP apresenta nova fase do programa Seleção Gastronomia e Vinhos Açores
DIA MUNDIAL DO AMBIENTE
AHRESP lança segunda fase do Taste Portugal
AHRESP lança campanha de sensibilização para redução de plásticos
Restauração e Alojamento criaram mais de 21 mil novos postos de trabalho
NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA AHRESP TOMARAM POSSE
AHRESP NA VICE PRESIDÊNCIA DA FEDERAÇÃO EUROPEIA ORGANIZAÇÕES CAMPISMO E CARAVANISMO
Eleições da AHRESP Triénio 2018-2021
Turismo continua a impulsionar evolução positiva da conjuntura económica
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"