Taxa de ocupação de Lisboa sobe 6,5% no primeiro semestre

Lisboa

Na Cidade de Lisboa, a taxa de Ocupação registou um aumento de 6,5% nos primeiros seis meses de 2014, sendo que o valor global de todas as unidades situou-se 67,66%.

Segundo dados do Observatório de Lisboa, a cidade de Lisboa registou um aumento de 3,6 por cento no mês de Junho, face ao mês homólogo, situando-se nos 80,53 por cento. As unidades de cinco estrelas foram as protagonistas do maior aumento, com 8,9%, alcançando um total de 70,83%.

No que diz respeito ao Average (Preço Médio por Quarto Vendido), as unidades apresentaram um declínio de 13,3% em Junho, reflectido no preço médio de 79,12 euros. Analisando o RevPar (Preço Médio por Quarto Disponível) também se verificou a tendência de quebra (-10,2 por cento para 63,72 euros). As unidades de quatro estrelas são as que apresentam piores resultados ao registarem uma queda de 11,9 por cento.

Já no acumulado de Janeiro a Junho, os valores registados são “positivos” ao atingirem um aumento de 9,3 por cento.

Na Região de Lisboa, no mês de Junho, a taxa de Ocupação foi de 78,49 por cento, o que representa um aumento de 3,5 por cento quando comparado com o mês homólogo. As unidades de quatro estrelas apresentam o valor mais alto, com 81,78 por cento, embora o crescimento mais expressivo pertença às unidades de cinco estrelas (7,2 por cento).

No somatório de Janeiro a Junho, a Ocupação atingiu os 63,52 por cento, o que se expressa num crescimento de 7,3 por cento face ao período homólogo de 2013. Em matéria de Average (Preço Médio por Quarto Vendido), o mês de Junho apesenta um decréscimo de 10,5 por cento, reflectido num preço médio de 77,94 euros. Já no acumulado, os valores são positivos – 75,88 euros – o que indica um crescimento de 2,1 por cento.

No que diz respeito ao RevPar (Preço Médio Por Quarto Disponível) verifica-se, igualmente, valores pouco positivos. As várias unidades apresentam no seu total um preço médio de 61,18 euros, que expressa o decréscimo de 7,4 por cento. No acumulado, os valores passam a positivos (48,20 euros, para 9,5 por cento de crescimento).

In Publituris, 31/07/2014

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
ATUALIZAÇÃO DE RENDAS PARA 2019
Estudo inédito reúne dados essenciais para apoiar empresas HORECA
CCT entre a AHRESP e a FESAHT - alteração salarial e outras
Newsletter AHRESP #56
Vencedores ‘7 Maravilhas à Mesa’
15ª Edição dos Portugal Travel Awards
Campanha #MENOS PLÁSTICO, MAIS AMBIENTE
Comendador Mário Pereira Gonçalves
Alojamento Turístico - julho.2018
Turismo de Ar Livre e Campismo - julho.2018
AHRESP APRESENTA PROPOSTAS PARA ORÇAMENTO DO ESTADO 2019
AHRESP SAÚDA REALIZAÇÃO DA WEB SUMMIT EM LISBOA POR MAIS 10 ANOS
Alterações legislativas do AL podem ter impactos muito negativos e injustificados
AHRESP apresenta nova fase do programa Seleção Gastronomia e Vinhos Açores
DIA MUNDIAL DO AMBIENTE
AHRESP lança segunda fase do Taste Portugal
AHRESP lança campanha de sensibilização para redução de plásticos
Restauração e Alojamento criaram mais de 21 mil novos postos de trabalho
NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA AHRESP TOMARAM POSSE
AHRESP NA VICE PRESIDÊNCIA DA FEDERAÇÃO EUROPEIA ORGANIZAÇÕES CAMPISMO E CARAVANISMO
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"