Portugal 2020 Lisboa 2020 - Inovação Produtiva -janeiro.2018-

Caro(a) Associado(a),


A AHRESP vem por este meio informar que no âmbito do Programa Operacional Lisboa 2020, integrado no Portugal 2020 abriu um novo aviso no âmbito da Inovação produtiva.

Este instrumento apoia empresas que pretendam investir na diferenciação, diversificação e inovação, na produção de bens e serviços transaccionáveis e internacionalizáveis, no quadro de linhas produtivas e de cadeias de valor mais alargadas e geradoras de maior valor acrescentado.

O aviso está em vigor para as seguintes regiões geográficas: Lisboa, Oeiras, Cascais, Sintra, Amadora, Odivelas, Loures, Mafra e Vila Franca de Xira. E as candidaturas decorrem até dia 5 de março de 2018.

Apresentamos de seguida toda a informação sobre a candidatura a este instrumento de financiamento. Contudo, não dispensa da consulta do aviso - Clique AQUI.

Deste modo, os serviços da AHRESP (tel. 213527060) estão à disposição para os esclarecimentos necessários: Inês Santos (ines.santos@ahresp.com) ou Cristina Curto (cristina.curto@ahresp.com).

Objetivos

O objetivo específico deste concurso consiste em estimular a tipologia de Investimento designada por "Inovação Empresarial", através da concessão de apoios financeiros a projetos que contribuam para o:
" Aumento do investimento empresarial das grandes empresas em atividades inovadoras;
" Reforço da capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de bens e serviços.

Beneficiários

São beneficiários deste financiamento:
" Pequenas e Médias Empresas;
" Grandes Empresas.

Despesas Elegíveis

" Ativo Corpóreo: Máquinas e Equipamentos; Equipamento informático e software.
" Ativo Incorpóreo: Direitos, patentes, licenças, software standard ou especificamente desenvolvido.

Outros Investimentos (limitados a 20% do Investimentos total):
" Estudos, diagnósticos, auditorias, projetos, serviços de engenharia, despesas com TOC e ROC e planos de marketing associados ao projeto de investimento; formação de recursos humanos.

Os projetos do setor do turismo, em casos devidamente justificados no âmbito da atividade do projeto, podem ainda incluir, como despesas elegíveis:
" A construção de edifícios, obras de remodelação e outras construções, desde que adquiridos a terceiros não relacionados com o adquirente, sujeitos a limitações a definir nos avisos para apresentação de candidaturas ou no pré-vínculo em matéria de proporção do investimento total e ou da taxa de incentivo;
" Material circulante que constitua a própria atividade turística a desenvolver, desde que diretamente relacionadas com o exercício da atividade.

Estrutura de financiamento

Investimento mínimo - 75 mil euros;

Taxa de Financiamento - máximo de 40%
" Incentivo reembolsável a 8 anos, com 2 anos de carência, sem juros;
" No caso de criação de novos estabelecimentos hoteleiros, incentivo reembolsável a 10 anos, com 3 de carência.

Pode ser concedida uma isenção de reembolso de uma parcela do incentivo reembolsável até ao limite máximo de 60%, em função do grau de superação das metas.

Candidaturas

A apresentação de candidaturas é efetuada através de formulário eletrónico no Balcão 2020 até dia 5 de março de 2018.

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Dados Alojamento Turístico -fevereiro.2018-
-Calendário Fiscal- Alterações prazos de entrega Declaração Modelo 22
AHRESP LANÇA ESTÁGIOS PARA A RESTAURAÇÃO PORTUGUESA NO ESTRANGEIRO
Regulamento Geral de Proteção de Dados - Sessões de Esclarecimento com a CNPD
Medidas de Apoio às Vítimas dos incêndios florestais ocorridos em Portugal
Receitas Turísticas Internacionais crescem +14,9% em janeiro de 2018 -
Alteração do Regime Contributivo dos Trabalhados Independentes
Dormidas do mercado interno crescem +7,0%, RevPar crescimento de +11,6%,- janeiro18
Novo Regime Geral de Proteção de Dados (RGPD)
Alteração da decl. Mod. 40: Valor dos Fluxos de Pagamentos com Cartões de Crédito e de Débito
AHRESP NA VICE PRESIDÊNCIA DA FEDERAÇÃO EUROPEIA ORGANIZAÇÕES CAMPISMO E CARAVANISMO
Eleições da AHRESP Triénio 2018-2021
Turismo continua a impulsionar evolução positiva da conjuntura económica
Regulamento de Proteção de Dados
Turismo bate recordes de empregabilidade, mas debate-se com falta de mão-de-obra qualificada
DESCRIMINALIZAÇÃO DA EXIBIÇÃO NÃO AUTORIZADA DE ÁUDIO E AUDIOVISUAIS
‘ROADSHOW NACIONAL DE WORKSHOPS CHEGA A ÉVORA’
Orçamento de Estado 2018 aprovado pela Assembleia da República
Alterações à Proposta de Lei do Orçamento de Estado 2018
A noite e a (in)segurança
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"