Observatório Turismo Lisboa - nº 106 - Novembro 2012

O desempenho da hotelaria da Cidade, Grande Lisboa e Região, negativo em todos os índices analisados durante o mês de Setembro - Ocupação, Average e RevPar -, são indicativos das perspectivas apontadas pelo Barómetro Academia do Turismo, relativamente aos meses de Outono e Inverno.

Segundo os inquiridos, a actual conjuntura económica e financeira do país - e do continente europeu - aponta para uma quebra nas receitas do Turismo nacional e uma
diminuição no número de turistas e de dormidas, durante a época baixa.

No entanto, a contrariar esta tendência estão os resultados do Aeroporto Internacional de Lisboa, por onde passaram, desde o início do ano, mais de onze milhões de
passageiros, o que se traduz num aumento de três por cento face a igual período de 2011.

O número de passageiros de Cruzeiros também tem vindo a aumentar, desde o início do ano, para mais de 300 mil até Setembro – um aumento de 4,1 por cento em relação ao ano passado.

E apesar das previsões negativas relativamente ao sector, a capital portuguesa continua a somar elogios na imprensa estrangeira.

Recentemente, foi o portal espanhol QTravel que elegeu Lisboa como um destino ideal para visitar com crianças.

O artigo, publicado na secção de Turismo Cultural deste site, afirma que a visita à cidade das sete colinas é a opção “perfeita” para quem pretende um passeio divertido com os mais novos, “quer a pé ou a bordo de um eléctrico, a opção mais divertida para as crianças”.

Lisboa foi também considerada uma das 30 cidades mundiais com melhor reputação.

O estudo anual City Rep Trak 2012, promovido pela consultora Reputation Institute, avaliou variáveis como a ligação emocional (confiança, admiração, gosto e estima) do público em geral, em relação a 100 cidades, e concluiu que a capital portuguesa é uma das mais reputadas do mundo.

Os atributos mais destacados pelos inquiridos, em relação a Lisboa, foram a beleza e a “oferta de uma variedade de experiências atractivas, como a gastronomia, o desporto, a arquitectura e o entretenimento”.

 

Observatório nº 106

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Incêndios: Crédito bancário para turismo pode atingir "taxa zero" de juros
Hotelaria e restauração explicam quase 40% da criação de emprego
Certificado Óleos Alimentares Usados - FIM DA OBRIGAÇÃO DE AFIXAÇÃO
PRÉMIOS AHRESP 2018
Projeto de Igualdade Salarial da AHRESP é referência de boas práticas na Europa
Programa ´Portugal Sou Eu´ contribuiu para aumento das vendas em 82,6% das empresas que aderiram
"É preciso que os turistas encontrem produtos de Portugal à venda quando voltam a casa"
Já há alojamentos turísticos e restaurantes esgotados em Lisboa para a Web Summit
Web Summit: Já há alojamentos turísticos e restaurantes esgotados em Lisboa
Rede mundial de gastronomia portuguesa "à prova" em Paris
DESCRIMINALIZAÇÃO DA EXIBIÇÃO NÃO AUTORIZADA DE ÁUDIO E AUDIOVISUAIS
‘ROADSHOW NACIONAL DE WORKSHOPS CHEGA A ÉVORA’
Orçamento de Estado 2018 aprovado pela Assembleia da República
Alterações à Proposta de Lei do Orçamento de Estado 2018
A noite e a (in)segurança
Conselho Consultivo da AHRESP reunido na Riberalves
AHRESP saúda criação de linhas de apoio específicas para as empresas afetadas pelos incêndios
AHRESP congratula-se com descriminalização da exibição não autorizada de áudio e audiovisuais
AHRESP expressa voto de pesar pelas vítimas dos incêndios e apela à criação de medidas de apoio
AHRESP reuniu o seu Conselho Consultivo em Pedrogão Grande
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"