Autarquia viabiliza venda de hotel da Lousã por 1 euro

Coimbra

 A Assembleia Municipal da Lousã (AML) aprovou hoje a alienação da participação da autarquia no capital do hotel Palácio da Lousã, permitindo a sua venda por um euro a um fundo de recuperação de empresas do setor.

Há dez anos, a Câmara da Lousã, na época liderada por Fernando Carvalho, do PS, aplicou 250 mil euros na Serra da Lousã -- Atividades Turísticas e Hoteleiras, significando a deliberação da Assembleia Municipal, por proposta do executivo, que o município prescinde agora daquela verba.

Ao alienar os 4,67% que detinha no capital social da empresa, o município, por decisão da AML, tenta evitar a insolvência da sociedade e "todas as consequências negativas" para a economia local, designadamente ao nível do emprego.

O Meliá Palácio da Lousã Boutique Hotel, fundado por membros da família Mexia, proprietários do imóvel que pertenceu à Viscondessa do Espinhal, deverá ser vendido pelo preço simbólico de um euro ao Findings XVI -- SPGS, uma sociedade anónima detida pelo Fundo Discovery Portugal Real Estate.

Foi divulgado na sessão da Assembleia Municipal, que terminou esta madrugada, que o possível comprador assumirá o compromisso de desenvolver "os melhores esforços para a manutenção e dinamização" do hotel de quatro estrelas, no centro histórico da vila.

Numa carta dirigida à Serra da Lousã -- Atividades Turísticas e Hoteleiras, a que a agência Lusa teve acesso, a administração do Findings XVI informa que pretende "aplicar na gestão e desenvolvimento do hotel as melhores práticas do mercado" do setor.

A transação pelo valor de um euro deverá realizar-se na condição de o comprador assumir o passivo da empresa, na ordem dos três milhões de euros, incluindo dívidas a bancos e fornecedores, o qual é superior ao ativo.

A alienação do capital detido pela autarquia, já deliberada em reunião do executivo, foi também aprovada por unanimidade na Assembleia (BE, PS e PSD).

"Não fazemos propostas destas com alegria", lamentou o presidente da Câmara, Luís Antunes.

O deputado Daniel Rodrigues fez contas, somando os 250 mil euros investidos pela autarquia no hotel à dívida de 163 mil euros que tem à Movijovem.

"São 413 mil euros e temos um hotel insolvente e uma Pousada da Juventude fechada", ironizou o social-democrata.

Fonte: D.N., 20.02.13
http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=3063097&seccao=Norte&page=-1

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Newsletter AHRESP #57
Portaria de Extensão – CCT AHRESP | FESAHT – Restauração e Bebidas
Alterações à recolha de lixo (feriado de 1 de novembro)
Alojamento Turístico -agosto.2018-
Turismo de Ar Livre e Campismo -agosto.2018-
ATUALIZAÇÃO DE RENDAS PARA 2019
Estudo inédito reúne dados essenciais para apoiar empresas HORECA
CCT entre a AHRESP e a FESAHT - alteração salarial e outras
Newsletter AHRESP #56
Campanha #MENOS PLÁSTICO, MAIS AMBIENTE
AHRESP APRESENTA PROPOSTAS PARA ORÇAMENTO DO ESTADO 2019
AHRESP SAÚDA REALIZAÇÃO DA WEB SUMMIT EM LISBOA POR MAIS 10 ANOS
Alterações legislativas do AL podem ter impactos muito negativos e injustificados
AHRESP apresenta nova fase do programa Seleção Gastronomia e Vinhos Açores
DIA MUNDIAL DO AMBIENTE
AHRESP lança segunda fase do Taste Portugal
AHRESP lança campanha de sensibilização para redução de plásticos
Restauração e Alojamento criaram mais de 21 mil novos postos de trabalho
NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA AHRESP TOMARAM POSSE
AHRESP NA VICE PRESIDÊNCIA DA FEDERAÇÃO EUROPEIA ORGANIZAÇÕES CAMPISMO E CARAVANISMO
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"