Press Release - 29.04.2014

AHRESP promove Debate, uma nova Petição e uma iniciativa simbólica pela reposição do IVA

É chegada a hora da reposição do IVA


Finda a intervenção da Troika e iniciado o processo para o crescimento económico e criação de emprego em Portugal, qual será agora o motivo, para a não reposição imediata da Taxa de IVA, em 13% no Continente, 12% Madeira e 9% Açores, nos Serviços de Alimentação e Bebidas? Como irá o Governo “REPOR” o Crescimento da Economia? Como irá o Governo manter o Turismo como líder das exportações dos serviços transacionáveis?

Estas foram algumas das questões que levaram a AHRESP a realizar o encontro “Reposição do IVA a 13%, O futuro de um setor vital para Portugal”, que contou com a presença de representantes da Confederação da Indústria Portuguesa, da Confederação do Turismo Português, da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, da DECO, da UGT, da CGTP e da PwC – PricewaterhouseCoopers.

A AHRESP aproveitou também este encontro para apresentar a sua Campanha de Sensibilização com ações dirigidas aos decisores políticos e aos consumidores através do lançamento de mais uma Petição e de uma Ação Simbólica na véspera da saída da Troika, intitulada “Um Brinde para Repor o
IVA a 13%”.

Centrada num tom positivo de celebração do papel dos Estabelecimentos de Restauração e Hotelaria na sociedade portuguesa, a AHRESP pretende realizar, no dia 16 de maio, às 13h, o maior brinde de apoio ao setor, unindo clientes, proprietários e trabalhadores num gesto de encerramento simbólico.

Para promover a ação “Um Brinde para Repor o IVA a 13%” foram desenvolvidos dois cartazes que serão distribuídos por cerca de 60 mil dos Estabelecimentos de Restauração e Hotelaria com o apoio da APCV - Associação Portuguesa dos Produtores de Cerveja e da AICC - Associação Industrial e Comercial do Café.

A nova petição já está disponível online (http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT73366) e tem como objetivo impor de novo a discussão deste tema na Assembleia da República, no sentido de serem reconhecidos, os efeitos nefastos que a presente taxa de IVA está a provocar nas nossas empresas, nos empregos, nos consumidores, no setor do Turismo, e por consequência, na nossa economia.


Reposição do IVA - Argumentário

As exportações que têm a maior incorporação de produtos portugueses, não querem, nem podem, ser comparadas com as exportações dos produtos petrolíferos, que importam mais de 90% dos produtos finais que exportam! Relembramos que a nossa sopa paga 23% de IVA, e os produtos petrolíferos pagam 13% de IVA!

Apelamos, novamente, ao Governo para que tenha o bom senso de perceber que as nossas empresas, não aguentam esta insuportável e inaceitável carga fiscal. É chegado o momento do Governo reconhecer que este setor está a ser fustigado com o maior aumento de carga fiscal (77%) de que há memória na economia portuguesa. As empresas deste setor foram as primeiras a fazer o “ajustamento”, de forma tão violenta, que nem a Troika teve coragem de recomendar.

De evidenciar, que o setor público do Estado não foi capaz de fazer o seu ajustamento (os prometidos dois terços). Tem, então, o Governo, o direito de nos pedir que continuemos a suportar a sua incapacidade de reformar o Estado?

Para a AHRESP é absolutamente fundamental que o IVA nos serviços de Alimentação e Bebidas, seja reposto a 13% no Continente, a 12% Madeira e a 9% Açores, já no 2º semestre deste ano. Tudo faremos para ajudar o Governo e a Assembleia da República a tomarem decisões acertadas.

Agora, que a Troika está de saída, esperamos que o IVA dos Serviços de Alimentação e Bebidas, pago pelos 10 milhões de portugueses e pelos 30 milhões de visitantes estrangeiros, seja reposto nos 13%, e assim se aproxime das taxas, ainda mais baixas, dos nossos concorrentes internacionais, por um futuro mais auspicioso do nosso Portugal.

 

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Alojamento Turístico - julho.2018
Turismo de Ar Livre e Campismo - julho.2018
Alteração ao Contrato Coletivo de Trabalho entre a AHRESP e a FESAHT
Publicação do novo regime do Alojamento Local (AL)
Portal Nacional de Fornecedores do Estado
Novo regime para o Alojamento Local
Linha de Crédito Capitalizar 2018
BREXIT – Preparação para Saída do Reino Unido da UE
Linha de Apoio IFFRU 2020
Newsletter AHRESP #55
Alterações legislativas do AL podem ter impactos muito negativos e injustificados
AHRESP apresenta nova fase do programa Seleção Gastronomia e Vinhos Açores
DIA MUNDIAL DO AMBIENTE
AHRESP lança segunda fase do Taste Portugal
AHRESP lança campanha de sensibilização para redução de plásticos
Restauração e Alojamento criaram mais de 21 mil novos postos de trabalho
NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA AHRESP TOMARAM POSSE
AHRESP NA VICE PRESIDÊNCIA DA FEDERAÇÃO EUROPEIA ORGANIZAÇÕES CAMPISMO E CARAVANISMO
Eleições da AHRESP Triénio 2018-2021
Turismo continua a impulsionar evolução positiva da conjuntura económica
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"