AHRESP contra aplicação da Taxa Turística em Lisboa

Em comunicado a Associação adiante que a "Câmara Municipal de Lisboa vai aplicar a taxa turística, já a partir de 1 de janeiro de 2016, cobrando 1EUR (um euro), por cada dormida em todos os meios de alojamento excepto parques de campismo e caravanismo, situação em que a AHRESP sempre foi contra, conforme todas as nossas posições públicas anteriores". Adiantando que "já no passado, a tentativa de aplicação da taxa turística em Lisboa sofreu a oposição da AHRESP, tendo-se então conseguido evitar a sua introdução.

Em sentido contrário, vem agora a Câmara Municipal de Lisboa aplicar a taxa turística, introduzindo uma série de custos administrativos, e responsabilidades legais que as empresas do sector do alojamento não podem suportar, afrontando, assim um sector vital para a recuperação da economia, e das cidades, nomeadamente Lisboa, onde o Turismo tem vindo a potenciar o surgimento de negócios, que se traduzem na criação de postos de trabalho e numa maior dinâmica na economia da cidade.

A AHRESP diverge da Câmara Municipal de Lisboa quanto à criação desta taxa, penalizadora para a actividade das nossas empresas, e de todo o sector do Turismo, líder das exportações, quer seja pela aplicação da própria taxa, quer pelo facto de se tratar de uma taxa de valor único (flat rate) perfeitamente descontextualizada e desproporcional face à oferta existente, não havendo semelhante modelo de aplicação em toda a Europa. Todas as principais cidades europeias aplicam taxas diferenciadas, consoante a categoria e a classificação oficial do estabelecimento, sendo que, na grande maioria, o Alojamento Local nem sequer é sujeito a taxação desta natureza.

A introdução desta taxa vai totalmente contra as preconizadas medidas de eliminação de custos de contexto para as empresas, pelo que a AHRESP, pugnará pela extinção da mesma, em prol da defesa dos interesses desta actividade económica, e em prol do Turismo, principal sector exportador nacional de serviços, de elevado valor acrescentado, pela alta incorporação de bens e serviços nacionais", conclui.

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Newsletter AHRESP #57
Portaria de Extensão – CCT AHRESP | FESAHT – Restauração e Bebidas
Alterações à recolha de lixo (feriado de 1 de novembro)
Alojamento Turístico -agosto.2018-
Turismo de Ar Livre e Campismo -agosto.2018-
ATUALIZAÇÃO DE RENDAS PARA 2019
Estudo inédito reúne dados essenciais para apoiar empresas HORECA
CCT entre a AHRESP e a FESAHT - alteração salarial e outras
Newsletter AHRESP #56
Campanha #MENOS PLÁSTICO, MAIS AMBIENTE
AHRESP APRESENTA PROPOSTAS PARA ORÇAMENTO DO ESTADO 2019
AHRESP SAÚDA REALIZAÇÃO DA WEB SUMMIT EM LISBOA POR MAIS 10 ANOS
Alterações legislativas do AL podem ter impactos muito negativos e injustificados
AHRESP apresenta nova fase do programa Seleção Gastronomia e Vinhos Açores
DIA MUNDIAL DO AMBIENTE
AHRESP lança segunda fase do Taste Portugal
AHRESP lança campanha de sensibilização para redução de plásticos
Restauração e Alojamento criaram mais de 21 mil novos postos de trabalho
NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA AHRESP TOMARAM POSSE
AHRESP NA VICE PRESIDÊNCIA DA FEDERAÇÃO EUROPEIA ORGANIZAÇÕES CAMPISMO E CARAVANISMO
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"