Bancos devem pagar imposto de selo dos cartões diz PS à AHRESP

PS promete à AHRESP que vai trabalhar para clarificar a lei, para que os encargos com Imposto de Selo nos cartões sejam "suportados pelos bancos

O PS prometeu hoje à associação AHRESP que vai trabalhar para clarificar a lei, de modo os encargos com Imposto de Selo nas transações com cartões sejam "suportados pelas instituições financeiras e não pelos comerciantes".

A garantia foi dada pelo vice-presidente da bancada socialista Carlos Pereira após uma reunião, no parlamento, com uma comitiva da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) liderada pelo seu diretor-geral, José Manuel Esteves, segundo um comunicado do partido hoje divulgado.

Em causa está um projeto de lei dos socialistas que pretende imputar às instituições financeiras os encargos do Imposto de Selo nas transações com cartões bancários.

Carlos Pereira, citado no comunicado da sua bancada, assegurou que o diploma entregue pelo PS na Assembleia da República "visa não deixar nenhuma dúvida na lei".

"Este problema surgiu no Orçamento de Estado de 2016, porque o espírito da lei não era o que lhe foi dado", argumentou o deputado socialista, recordando que "o setor financeiro encontrou uma forma de transferir o custo para as empresas do comércio e restauração, violando o espírito da lei" e por isso "há necessidade de a clarificar".

Carlos Pereira afirmou ainda que esta é a proposta "mais certa e mais justa", manifestando a expectativa de que possa receber o apoio de todas as bancadas parlamentares.

O vice-presidente do grupo parlamentar socialista manifestou ainda a sua discordância relativamente a uma proposta do CDS sobre a mesma matéria.

"Conhecemos já uma proposta do CDS que anula o Imposto de Selo e não estamos de acordo porque viola a lei travão. Não podemos prescindir desses 150 milhões de euros", concluiu.

Fonte: Dinheiro Vivo/Lusa 14.02.2017

 

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Caderno de Economia e Negócios AHRESP Nº06
Pagamento de subsídios de férias e Natal em duodécimos
Jornadas AHRESP
Alterações à Lei do Tabaco
FESAHT: Pré-Aviso de Greve_janeiro 2018
NOVAS REGRAS NA RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS
O aumento do salário mínimo nacional para 2018
ALTERAÇÃO À LIQUIDAÇÃO DO IVA no Alojamento Turístico
Alteração nos Alimentos servidos nos bares, cafetarias e bufetes das instituições do SNS
Caderno de Economia e Negócios AHRESP Nº05
Turismo bate recordes de empregabilidade, mas debate-se com falta de mão-de-obra qualificada
DESCRIMINALIZAÇÃO DA EXIBIÇÃO NÃO AUTORIZADA DE ÁUDIO E AUDIOVISUAIS
‘ROADSHOW NACIONAL DE WORKSHOPS CHEGA A ÉVORA’
Orçamento de Estado 2018 aprovado pela Assembleia da República
Alterações à Proposta de Lei do Orçamento de Estado 2018
A noite e a (in)segurança
Conselho Consultivo da AHRESP reunido na Riberalves
AHRESP saúda criação de linhas de apoio específicas para as empresas afetadas pelos incêndios
AHRESP congratula-se com descriminalização da exibição não autorizada de áudio e audiovisuais
AHRESP expressa voto de pesar pelas vítimas dos incêndios e apela à criação de medidas de apoio
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"