AHRESP preocupada com "inconstância legislativa" no setor do alojamento local

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP)contestou hoje a proposta do PS de tornar obrigatória a autorização dos condomínios para o exercício da atividade de alojamento local, manifestando-se preocupada com a "inconstância legislativa".

"Esta inconstância legislativa, este desnorte, obviamente que não é positivo para um subsetor tão importante como é o alojamento local", declarou à agência Lusa a secretária geral da AHRESP, Ana Jacinto, referindo que a associação foi apanhada de surpresa com a proposta legislativa do PS.

Na perspetiva da AHRESP, o projeto de lei dos socialistas foi "uma precipitação infeliz", pelo que deve ser resolvida com bom senso.
O melhor do Diário de Notícias no seu emailFechar
Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a qualidade Diário de Notícias.
Subscrever
"A AHRESP está obviamente preocupada, essencialmente com todos aqueles proprietários que fizeram investimentos e que estão a trabalhar há anos com esta atividade", afirmou Ana Jacinto, defendendo que "estas precipitações não levam a lado nenhum".

Neste sentido, a secretária geral da AHRESP aconselha o legislador a ter "muita cautela" para não acabar com a atividade de alojamento local, lembrando que a regeneração e a requalificação que o setor fez nos imóveis também provocaram "uma dinâmica muito interessante para outras atividades", nomeadamente na restauração, no comércio e nos transportes.

"É preciso alguma serenidade, é preciso alguma calma, porque essas precipitações não são úteis para ninguém e é preciso conhecermos o que estamos a fazer", frisou Ana Jacinto.

Para a responsável da AHRESP, é preciso não esquecer que "o fenómeno do alojamento local não surgiu agora" e que a atividade "não existe só nos grandes centros urbanos como Lisboa ou Porto".

"Esta alteração não é de todo necessária, porque não vai resolver absolutamente nada, muito pelo contrário, o que vai acontecer é que vai pôr em causa todo este subsetor tão importante para a nossa economia e que é complementar à oferta que temos e que é procurado, porque se não houvesse procura também não havia crescimento deste tipo de alojamento", reforçou a secretária geral da AHRESP.

De acordo com Ana Jacinto, as situações de conflito entre a atividade de alojamento local e os restantes condóminos "são pontuais".

Neste âmbito, a AHRESP tem em curso o programa "Quality", para a valorização e qualificação do alojamento local, ajudando os empresários do setor a cumprir todas as normas legais e um conjunto de boas práticas no condomínio, desde a questão do ruído à higiene.

"O setor tem massa crítica para fazer autorregulação e é com estes projetos de autorregulação, em que procuramos melhorar e, obviamente, criar estas relações positivas com os restantes condóminos, que queremos caminhar, não é com alterações legislativas que metem em causa o próprio negócio", sustentou a responsável da AHRESP.

Apresentado na terça-feira à Assembleia da República, o projeto de lei do PS pretende "assegurar que a atividade de alojamento local, no caso de prédios urbanos destinados a habitação, não seja exercida com desconsideração dos direitos dos demais condóminos", acrescentando ao rol de documentos necessários ao registo de estabelecimento de alojamento local a cópia da deliberação da assembleia geral de condóminos que autorize o titular da exploração do estabelecimento a exercer a respetiva atividade.

Fonte: DN, 2017-05-26

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
CML - no dia 13 de fevereiro não se vão realizar as recolhas de resíduos orgânicos
Restauração e Alojamento criaram em 2017, 120 novos postos de trabalho por dia
Proibição dos utensílios descartáveis plásticos
Sector da restauração diz que é um "disparate" proibir a loiça de plástico
Confederação do Turismo foi recebida por Marcelo Rebelo de Sousa
Programa 'Casa Eficiente 2020'
Portugal 2020 Lisboa 2020 - Inovação Produtiva -janeiro.2018-
O setor do turismo está em crescimento
Orçamento de Estado 2018 - Principais mudanças
Caderno de Economia e Negócios AHRESP Nº06
Regulamento de Proteção de Dados
Turismo bate recordes de empregabilidade, mas debate-se com falta de mão-de-obra qualificada
DESCRIMINALIZAÇÃO DA EXIBIÇÃO NÃO AUTORIZADA DE ÁUDIO E AUDIOVISUAIS
‘ROADSHOW NACIONAL DE WORKSHOPS CHEGA A ÉVORA’
Orçamento de Estado 2018 aprovado pela Assembleia da República
Alterações à Proposta de Lei do Orçamento de Estado 2018
A noite e a (in)segurança
Conselho Consultivo da AHRESP reunido na Riberalves
AHRESP saúda criação de linhas de apoio específicas para as empresas afetadas pelos incêndios
AHRESP congratula-se com descriminalização da exibição não autorizada de áudio e audiovisuais
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"