"É preciso debelar o medo e restaurar a confiança dos turistas"

No início da semana, as chamas chegaram ao concelho de Oleiros mas não entraram na vila e o Hotel Santa Margarida "continua rodeado de verde e esperamos que assim continue durante todo o ano", diz-nos Conceição Rocha, directora da unidade que considera que para que as novas reservas que têm existido se possam sobrepor aos cancelamentos que também têm ocorrido "é preciso debelar o medo e restaurar a confiança dos turistas".

O Santa Margarida "continua a funcionar em pleno" o que não significa que o hotel esteja a passar por uma situação normal em termos de ocupação, já que a seguir à tragédia de Pedrogão "tivemos muitos agentes de viagens e muitos clientes a ligarem-nos para saber se estava tudo bem. Muitos vieram na mesma, até por solidariedade, mas não podemos dizer que não tivemos cancelamentos, porque tivemos", desabafa, explicando referir-se ao mercado português que constitui o principal cliente desta unidade hoteleira.

Desta vez o fogo atingiu também o concelho de Oleiros, embora tenha ficado fora da vila e longe do hotel. Tal como aconteceu após a tragédia de Pedrogão, o hotel tem-se servido da sua página no Fecebook para transmitir a tranquilidade necessária a quem tem reservas ou ainda pensa fazê-las mas "sem muito alarido porque em tempos tão emocionais como estes não podemos correr o risco de ferir susceptibilidades". A este esforço tem-se aliado alguma baixa nos preços e um forcing na promoção e "depois de nos primeiros momentos após Pedrogão terem surgido os cancelamentos, as reservas estavam já a reagir. Agora, como se aproxima a época mais forte, vamos fazer tudo para dar uma boa resposta ao que temos em carteira para que no final do ano possamos ter resultados ao nível do ano passado, apesar das quebras mais imediatas".

O turismo no concelho vive muito do pinhal, das aldeias de xisto e das várias praias fluviais, como a de Oleiros ou de Proença. Com estas e com todas as outras na região "está tudo bem, todos os equipamentos e apoios às praias estão funcionais e à espera dos turistas", garante.

Conceição Rocha entende os cancelamentos mas afirma que há que deitar mãos ao trabalho para voltar a colocar a região no lugar turístico que merece, até porque será muito por via do turismo que a região se poderá restabelecer mais depressa. Para a responsável tem havido algumas acções muito importantes por parte de entidades turísticas. Menciona a acção da AHRESP e o esforço do seu polo de Castelo Branco no sentido de mobilizar as autarquias. Fala do apoio da APAVT, da Secretaria de Estado do Turismo, do Turismo de Portugal e do Turismo do Centro, do "papel muito positivo" da Associação das Aldeias do Xisto que está no terreno para fazer o levantamento das áreas, rotas e percursos afectados. Vê com muito bons olhos as campanhas de marketing que estão no terreno, resultantes de parcerias institucionais e do marketing directo e relacional que muitas entidades privadas estão já a fazer, até porque considera que numa situação como esta "as acções têm que ser concertadas".

Com 19 quartos e 4 suites, o quatro estrelas Hotel Santa Margarida, em Oleiros, surpreende pela qualidade das suas instalações e serviço. Aliando o design contemporâneo à influência do que de mais tradicional existe na região, o hotel tem no Restaurante Callum de cozinha tradicional, uma das suas mais-valias. Dispõe ainda de bar, cafetaria, jardins, piscinas para adultos e crianças, horta biológica, parque infantil e um forno a lenha onde é confeccionado o célebre cabrito estonado. Toda esta oferta está perfeitamente operacional e paisagem que envolve o hotel também lá continua.
 

Fonte: Turisver Online- 19-07-2017

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Incêndios: Crédito bancário para turismo pode atingir "taxa zero" de juros
Hotelaria e restauração explicam quase 40% da criação de emprego
Certificado Óleos Alimentares Usados - FIM DA OBRIGAÇÃO DE AFIXAÇÃO
PRÉMIOS AHRESP 2018
Projeto de Igualdade Salarial da AHRESP é referência de boas práticas na Europa
PONTOS ESSENCIAIS: Web Summit: Tudo o que já se sabe a uma semana do evento
FESAHT - Pré-aviso Greve
Programa ´Portugal Sou Eu´ contribuiu para aumento das vendas em 82,6% das empresas que aderiram
"É preciso que os turistas encontrem produtos de Portugal à venda quando voltam a casa"
Já há alojamentos turísticos e restaurantes esgotados em Lisboa para a Web Summit
DESCRIMINALIZAÇÃO DA EXIBIÇÃO NÃO AUTORIZADA DE ÁUDIO E AUDIOVISUAIS
‘ROADSHOW NACIONAL DE WORKSHOPS CHEGA A ÉVORA’
Orçamento de Estado 2018 aprovado pela Assembleia da República
Alterações à Proposta de Lei do Orçamento de Estado 2018
A noite e a (in)segurança
Conselho Consultivo da AHRESP reunido na Riberalves
AHRESP saúda criação de linhas de apoio específicas para as empresas afetadas pelos incêndios
AHRESP congratula-se com descriminalização da exibição não autorizada de áudio e audiovisuais
AHRESP expressa voto de pesar pelas vítimas dos incêndios e apela à criação de medidas de apoio
AHRESP reuniu o seu Conselho Consultivo em Pedrogão Grande
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"