Costa debate Portugal 2030 com empresários no dia 27

Governo e associações empresariais discutem o próximo quadro comunitário a 27 de setembro no Porto

Já arrancaram as negociações em torno do próximo quadro comunitário Portugal 2030, o novo pacote de fundos europeus que deverá suceder ao atual Portugal 2020 a 1 de janeiro de 2021. O Governo já debateu a Estratégia Nacional para Portugal pós-2020 no Conselho de Ministros extraordinário de segunda-feira, no plenário do Conselho Económico e Social na terça-feira e no debate que promoveu em Santarém com as autarquias e os sectores do ambiente, agricultura, florestas e mar, na passada quarta-feira. Antes de negociar com a Comissão Europeia o próximo pacote de fundos europeus, o Governo decidiu fazer um périplo de sete debates pelo país até 9 de outubro, de modo a consensualizar com os mais diversos atores económicos e sociais a estratégia do país para a próxima década.

O debate com os empresários, em torno das prioridades que o Governo deve negociar com Bruxelas em termos de fundos comunitários, está marcado para dia 27 de setembro, no Porto. Do lado do Governo, além do primeiro-ministro, António Costa, e do ministro do planeamento e das infraestruturas, Pedro Marques, que lideram o debate, deverão estar presentes os ministros da economia, da agricultura e do mar, além de uma série de observadores da atual máquina do Portugal 2020, desde as comissões de coordenação e desenvolvimento regional, ao IAPMEI, à AICEP ou ao Compete 2020. Do lado das empresas, participarão associações dos mais diversos sectores, desde empresários (AEP), industriais (AIP), passando pelos fabricantes para a indústria automóvel (AFIA) aos representantes da metalúrgica (AIMMAP), madeira e mobiliário (AIMMP), material elétrico e eletrónico (ANIMEE), vestuário e confeção (ANIVEC), farmacêutica (Apifarma), plásticos (APIP), calçado (APICCAPS), têxtil e vestuário (ATP), moldes (Cefamol), agroalimentar (FIPA), tecnologias de informação e eletrónica (ANETIE), distribuição (APED), hotelaria (AHP), restauração (AHRESP) ou construção (AECOPS).

O esboço preparado pelo Ministério do Planeamento para incentivar esta reflexão tem, para já, seis grandes eixos para o pós-2020: “Inovação e conhecimento”, de modo a assegurar as condições de competitividade empresarial e o desenvolvimento de base científica e tecnológica nacional para uma estratégia sustentada de inovação; “qualificação, formação e emprego”, de modo a assegurar a disponibilidade de recursos com as qualificações necessárias; “energia e alterações climáticas”, de modo a diminuir a dependência energética e adaptar o país às alterações climáticas; “economia do mar”, de modo a reforçar o seu potencial económico estratégico; “redes e mercados globais”, de modo a assegurar a competitividade e a atratividade das regiões urbanas dos territórios atlânticos; e “interioridade e mercado ibérico”, de modo a reforçar a competitividade dos territórios de baixa densidade e transfronteiriços. Em particular, em termos de inovação empresarial, o esboço do Governo aposta nas startups e no espírito empresarial; nas novas especializações da indústria e dos serviços em áreas com procuras emergentes; na integração da agricultura, da floresta, das indústrias tradicionais e do turismo em segmentos de maior valor acrescentado das cadeias internacionais; na globalização, internacionalização e produtividade das micro, pequenas e médias empresas; além de programas transversais estratégicos como a indústria 4.0 e a economia circular.

Já em termos de conhecimento, o esboço do Governo destaca a necessidade de programas de investigação e desenvolvimento (I&D) em domínios estratégicos; o desenvolvimento de novos modelos de cooperação entre a ciência e as empresas; e a internacionalização das instituições de investigação e inovação portuguesas. Em termos de qualificação, a prioridade é a “corrida para o topo” na educação dos jovens — através do alinhamento das vias profissionalizantes no secundário com as novas especializações ou da formação superior de curta duração para novas profissões — e a reconversão dos adultos para novas competências. Em termos de emprego, os estágios profissionais serão um dos tópicos da discussão. O debate sobre o Portugal 2030 é para já sobre prioridades e não sobre dinheiro. Como anunciou, esta quarta-feira, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, o futuro orçamento europeu só será apresentado em maio de 2018.

Fonte: Expresso, 16-09-17

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Já há alojamentos turísticos e restaurantes esgotados em Lisboa para a Web Summit
Web Summit: Já há alojamentos turísticos e restaurantes esgotados em Lisboa
Caderno de Economia e Negócios AHRESP Nº03
Rede mundial de gastronomia portuguesa "à prova" em Paris
TURISMO DE PORTUGAL DESENVOLVE AÇÕES DE FORMAÇÃO NA COVILHÃ
Portugal gastronómico "menos conhecido" é o convidado da Festa das Vindimas em Paris
Alteração Salarial ao CCT entre a AHRESP e o SITESE para a Restauração e Bebidas
Contrato Coletivo de Trabalho entre a AHRESP e o SITESE para o setor do Alojamento
Hotelaria volta a ser premiada pelos ´Óscares´ o Turismo
Prémios Publituris: Comendador Mário Pereira Gonçalves recebeu o Prémio Carreira
AHRESP expressa voto de pesar pelas vítimas dos incêndios e apela à criação de medidas de apoio
AHRESP reuniu o seu Conselho Consultivo em Pedrogão Grande
Alimentação dos portugueses em debate na 1ª Convenção de Alimentação Coletiva
AHRESP lança ‘Rede de Restaurantes Portugueses no Mundo’ para enaltecer a gastronomia nacional
Linha de apoio a empresas turísticas afetadas pelos incêndios
AHRESP reforça apelo a solidariedade a Pedrógão Grande
Confirmando a expetativa da AHRESP
CAMPANHA de SOLIDARIEDADE com a REGIÃO CENTRO
AHRESP e CTP promovem workshops em todo o país para empresários do turismo
AHRESP retira 3,4 milhões de euros de custos às empresas do Canal HORECA
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"