AHRESP alerta para a urgência de uma nova Lei para o Arrendamento Empresarial

O EXEMPLO DO ENCERRAMENTO DA PASTELARIA SUIÇA

AHRESP alerta para a urgência de uma nova Lei para o Arrendamento Empresarial

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) alerta para a necessidade de criação de condições diferenciadas na lei do arrendamento que distingam a atividade empresarial da habitacional, e que previna mais encerramentos.

A AHRESP tem vindo a alertar para a situação dramática vivida por muitos estabelecimentos em locais arrendados, tendo já expressado vivamente esta sua preocupação junto do grupo de trabalho da Assembleia da República que tem vindo a debater esta matéria, chamando à atenção para a necessidade de salvaguardar e proteger as atividades económicas existentes, e os postos de trabalho que asseguram.

“Com a atual lei, iremos, cada vez mais, assistir a despejos e encerramentos de muitos dos nossos estabelecimentos, quer de restauração e bebidas, quer de alojamento, prejudicando o Turismo e a nossa economia. É inaceitável que a lei permita aumentos exponenciais de rendas e promova despejos, e muito menos sem as adequadas salvaguardas e compensações económicas.

Os investimentos efetuados ao longo de décadas, nas instalações e nos equipamentos, os postos de trabalho dependentes, o “goodwill” criado com muito trabalho, são simplesmente ignorados, imperando a lei do mais forte”, afirma Ana Jacinto, Secretária-Geral da AHRESP.

“Casos como o da Pastelaria Suíça, do qual tivemos conhecimento muito recentemente, são dramáticos e não deviam acontecer, o que só demonstra a desadequação da atual lei do arrendamento, ao permitir e potenciar estas situações. Podemos afirmar que, caso não sejam tomadas medidas urgentes e claras, com a definição de um regime específico, ou seja, de uma Lei para o Arrendamento Empresarial, estas situações, de estabelecimentos emblemáticos mas também de muitos outros menos mediáticos, vão continuar a acontecer”, adianta ainda a Secretária-Geral da AHRESP.

A Pastelaria Suíça, um reconhecido símbolo histórico e icónico da nossa capital, após quase um século de existência, vê-se obrigada a fechar definitivamente as suas portas já no próximo mês de agosto, em consequência da atua lei do arrendamento que, injustamente, não atendeu às especificidades das atividades económicas.

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Newsletter AHRESP #55
Livro de Reclamações Eletrónico
AHRESP alerta para a urgência de uma nova Lei para o Arrendamento Empresarial
Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior
Receitas Turísticas Internacionais - abril
Turismo de Ar Livre e Campismo - abril
Newsletter AHRESP #54
Alojamento Turístico - abril
Newsletter AHRESP #53
Prémios AHRESP 2018
Alterações legislativas do AL podem ter impactos muito negativos e injustificados
AHRESP apresenta nova fase do programa Seleção Gastronomia e Vinhos Açores
DIA MUNDIAL DO AMBIENTE
AHRESP lança segunda fase do Taste Portugal
AHRESP lança campanha de sensibilização para redução de plásticos
Restauração e Alojamento criaram mais de 21 mil novos postos de trabalho
NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA AHRESP TOMARAM POSSE
AHRESP NA VICE PRESIDÊNCIA DA FEDERAÇÃO EUROPEIA ORGANIZAÇÕES CAMPISMO E CARAVANISMO
Eleições da AHRESP Triénio 2018-2021
Turismo continua a impulsionar evolução positiva da conjuntura económica
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"