Eficiência Energética

Medida financiada no âmbito do Plano de Promoção de Eficiência no Consumo de energia elétrica,

aprovadas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos

 


Atualmente, quase a totalidade dos sistemas de refrigeração, incluindo as câmaras frigoríficas, as arcas de congelação, os expositores alimentares, entre outros, utilizam motores elétricos convencionais (capacitivos) nos seus sistemas de produção e ventilação do frio. No entanto, estes motores convencionais são muito pouco eficientes e aproveitam apenas uma pequena fração (16%-20%) da energia consumida para produzir trabalho útil, desperdiçando a maior parte no ambiente na forma de calor.Os sistemas de refrigeração são responsáveis por grande parte do consumo dos estabelecimentos de restauração e hotelaria devido ao fato de funcionarem durante todo o dia, nos 365 dias do ano. Por esta mesma razão, representam um dos pontos com maior potencial para a melhoria da eficiência energética e para uma redução considerável dos custos com energia elétrica.

Estes motores podem ser substituídos por motores eletrónicos de nova geração (MCE), muito mais eficientes energeticamente e que emitem um baixo nível de calor, sendo considerados motores frios.

 


A medida, designada por MESRMotores Eletrónico para Sistemas de Refrigeração, apoia a troca dos motores elétricos convencionais dos sistemas de refrigeração, por motores de comutação eletrónica (MCE) o que permite a obtenção dum conjunto de benefícios, tais como:
No âmbito do Plano de Promoção à Eficiência no Consumo (PPEC) para o biénio 2017-2018, a AHRESP SERVIÇOS apresentou e viu aprovada uma candidatura para apoio à substituição de motores elétricos nos sistemas de refrigeração dos seus associados.

·       Melhoria da eficiência dos sistemas de refrigeração;

·       Redução estimada em 80% nos consumos de energia dos sistemas de refrigeração;

·       Redução dos custos de manutenção dos equipamentos de frio;

·       Aumento da vida útil dos sistemas de refrigeração instalados;

·       Redução dos custos operacionais das unidades beneficiárias;

·       Redução das emissões correspondentes de CO2.

São exemplos de sistemas de refrigeração enquadráveis nesta medida, expositores, balcões de frio e arcas frigoríficas.

O processo de substituição dos motores é bastante simples e rápido, pois os motores eletrónicos possuem o mesmo tipo de encaixe mecânico e elétrico que os motores elétricos convencionais, bastando apenas retirar um e colocar o outro, sem quaisquer outras alterações e sem paragens no funcionamento do estabelecimento.

 


Derivado do número limitado de motores, os beneficiários serão selecionados por ordem de entrega da ficha de pré-adesão até o atingir do limite de motores disponíveis. É igualmente obrigatório a existência de pelo menos 20 empresas candidatas, numa área geográfica com um raio de cerca de 50 km.
Podem candidatar-se à medida, todas as empresas das CAE 55 (Alojamento) e 56 (Restauração e Bebidas) de Portugal, devendo inscrever-se diretamente no site da AHRESP, através da ficha de pré-adesão disponibilizada para o efeito.

 



Os custos dos motores e da respetiva instalação serão financiados em 80% a fundo perdido pelo programa PPEC, sendo os restantes 20% suportados pelas empresas beneficiárias.

 

Os custos acima apresentados dizem respeito ao custo unitário de cada motor, estimando-se que em média, cada empresa poderá substituir até 8 motores. A título de exemplo, vamos considerar um estabelecimento com 8 motores de ventilação convencionais:

 

O retorno do investimento realiza-se rapidamente devido às elevadas economias de energia proporcionadas.

Tendo por base o exemplo anterior, e considerando um custo médio de eletricidade de 0,1096 €/kWh, o retorno do Investimento efetivamente realizado pela empresa, é recuperado num prazo inferior a 5 meses conforme exemplo seguinte:

NOTA:

O custo previsto para a instalação requer existência de pelo menos 20 empresas candidatas, numa área geográfica com um raio de cerca de 50 km, para possibilitar a otimização dos custos logísticos.

 

Todas as empresas interessadas em participar, deverão preencher a ficha de pré-adesão - clique AQUI para fazer download e enviá-la para a AHRESP, através do e-mail ines.santos@ahresp.com.No âmbito da presenta candidatura, o número de motores é limitado a 3.800 unidades, estando, nesta fase inicial, limitado o número de motores por empresa, até um máximo de 8 unidades por empresa.

Para quaisquer esclarecimentos, ou informações adicionais, os contactos são:

 

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
Incêndios: Crédito bancário para turismo pode atingir "taxa zero" de juros
Hotelaria e restauração explicam quase 40% da criação de emprego
Certificado Óleos Alimentares Usados - FIM DA OBRIGAÇÃO DE AFIXAÇÃO
PRÉMIOS AHRESP 2018
Projeto de Igualdade Salarial da AHRESP é referência de boas práticas na Europa
Programa ´Portugal Sou Eu´ contribuiu para aumento das vendas em 82,6% das empresas que aderiram
"É preciso que os turistas encontrem produtos de Portugal à venda quando voltam a casa"
Já há alojamentos turísticos e restaurantes esgotados em Lisboa para a Web Summit
Web Summit: Já há alojamentos turísticos e restaurantes esgotados em Lisboa
Rede mundial de gastronomia portuguesa "à prova" em Paris
DESCRIMINALIZAÇÃO DA EXIBIÇÃO NÃO AUTORIZADA DE ÁUDIO E AUDIOVISUAIS
‘ROADSHOW NACIONAL DE WORKSHOPS CHEGA A ÉVORA’
Orçamento de Estado 2018 aprovado pela Assembleia da República
Alterações à Proposta de Lei do Orçamento de Estado 2018
A noite e a (in)segurança
Conselho Consultivo da AHRESP reunido na Riberalves
AHRESP saúda criação de linhas de apoio específicas para as empresas afetadas pelos incêndios
AHRESP congratula-se com descriminalização da exibição não autorizada de áudio e audiovisuais
AHRESP expressa voto de pesar pelas vítimas dos incêndios e apela à criação de medidas de apoio
AHRESP reuniu o seu Conselho Consultivo em Pedrogão Grande
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"