Introdução

O Projecto Identificação dos Ícones Tradicionais da Gastronomia e do Léxico dos Termos Gastronómicos foi desenvolvido pela AHRESP em 2009-2010 e visa a identificação de 4 a 6 especialidades representativas da gastronomia portuguesa a nível nacional e 4 a 5 especialidades específicas de cada região promocional (Porto e Norte, Centro, Lisboa, Alentejo, Algarve, Madeira e Açores).

Conforme preconizado no PENT; a elaboração do respectivo receituário;

- a tradução das especialidades em 4 línguas (espanhol, inglês, francês e alemão)

- a descrição dos principais pratos e doçaria da gastronomia portuguesa

- a descrição dos produtos tradicionais qualificados e a elaboração de um léxico com termos técnicos de gastronomia em 4 línguas (espanhol, inglês, francês e alemão).

Para o desenvolvimento do projecto a AHRESP contou com o apoio do Turismo de Portugal.

Para a elaboração do projecto, a AHRESP constituiu uma equipa de trabalho composta por Fausto Airoldi (Chefe de Cozinha), Manuel Gonçalves da Silva (Gastrónomo e Jornalista) e Virgílio Gomes (Gastrónomo).

Para a definição dos ícones nacionais foi constituído um painel de 20 especialistas, de reconhecido mérito na área da gastronomia, com uma abrangência nacional.

A equipa de trabalho partiu de inventários da cozinha portuguesa para a constituição de uma lista de 20 pratos que foram submetidos à apreciação e votação dos especialistas. Na sequência desse trabalho, a equipa da AHRESP identificou os 6 pratos mais representativos.


No caso dos ícones regionais, o painel foi composto por 10 especialistas de abrangência nacional e 5 de abrangência regional, por cada uma das regiões.
A metodologia seguida foi idêntica.

Na selecção dos pratos, a equipa de trabalho também teve em consideração a necessidade destes não revelarem um cariz excessivamente regional
ou a utilização de produtos de difícil aceitação, bem como uma designação e imagem que dificultasse a divulgação internacional.

Destaques Comunicados AHRESP Agenda
CML - no dia 13 de fevereiro não se vão realizar as recolhas de resíduos orgânicos
Restauração e Alojamento criaram em 2017, 120 novos postos de trabalho por dia
Sector da restauração diz que é um "disparate" proibir a loiça de plástico
Proibição dos utensílios descartáveis plásticos
Confederação do Turismo foi recebida por Marcelo Rebelo de Sousa
Programa 'Casa Eficiente 2020'
O setor do turismo está em crescimento
Portugal 2020 Lisboa 2020 - Inovação Produtiva -janeiro.2018-
Orçamento de Estado 2018 - Principais mudanças
Caderno de Economia e Negócios AHRESP Nº06
Regulamento de Proteção de Dados
Turismo bate recordes de empregabilidade, mas debate-se com falta de mão-de-obra qualificada
DESCRIMINALIZAÇÃO DA EXIBIÇÃO NÃO AUTORIZADA DE ÁUDIO E AUDIOVISUAIS
‘ROADSHOW NACIONAL DE WORKSHOPS CHEGA A ÉVORA’
Orçamento de Estado 2018 aprovado pela Assembleia da República
Alterações à Proposta de Lei do Orçamento de Estado 2018
A noite e a (in)segurança
Conselho Consultivo da AHRESP reunido na Riberalves
AHRESP saúda criação de linhas de apoio específicas para as empresas afetadas pelos incêndios
AHRESP congratula-se com descriminalização da exibição não autorizada de áudio e audiovisuais
> 35º Festival Nacional Gastronomia | 22/10 a 01/11 | Santarem
> 10.º Festival do Marisco de Ribamar | 23 outubro a 1 novembro | Ribamar
> New Food Bizz | 29 outubro | Santarém
> 10º Aniversário da ASAE | 3 novembro | Porto
> IV Convenção HOTELSHOP/SOCIALSHOP | 04 novembro | Lisboa
> TTR– Feira de Turismo da Roménia | 13 a 16 novembro | Bucareste
> Semináruo 40 Anos ANCIPA | 17 de novembro | Lisboa
> XXVI FEHISPOR, FEIRA HISPANO PORTUGUESA | 19 a 22 novembro | Badajoz
> Alimentaria&Horexpo Lisboa e Portugal AGRO | 21 a 24 novembro | Lisboa
APAVT convida a debater "Turismo: partilhar o futuro"